quarta-feira, 27 de julho de 2011

Ok, ok, me rendi...

... a terapia. 

Já estou há dois meses ou mais indo toda a semana a terapeuta que num momento de "chega, não dá mais", pedi indicação a Luciana Kotaka e ela me indicou a melhor de Londrina! rsrs. Porque sinceramente, para me aguentar, tem que ser muito boa! 

E vou lá, falo, falo, falo... Ela anota, anota e anota. Já até comprou um caderno universitário, porque fichinhas não deram. 

São séculos de coisas a serem desembrulhadas. Todo mundo tem uma caixa de costura não tem? Sabe aquela caixa onde guardamos os fios, linhas agulhas e aquilo a gente nunca arruma, só mexe, remexe e coloca um retalhinho, um fio partido ali dentro... e uma hora que vc abre a caixa, só tem um grande bolo de fios emaranhados que vc nem sabe por onde vai começar arrumar... pois é a coisa tá meio assim aqui.

Às vezes falo que deveria ter procurado antes terapia, mas sou respondida prontamente que eu fui parar lá no momento certo. Então  acredito.

Cheguei lá pelo motivo mais "bobo": emagrecer. Mas provando que isso é apenas uma desculpa na minha vida, já tratei de tudo que é assunto com ela, menos do meu emagrecimento. 

Descobri muitas coisas... vixi! Isso é bom. Mas parece que todo o dia quando remexo, aparece mais coisas para remexer. 

Vou lá, gasto quase a caixa de lenços, saio com nariz de batata e bem vermelho, choro mais um pouco a caminho de casa. Muitas vezes chego até meio deprimida sem vontade de fazer nada. E mesmo assim acho que está valendo muito a pena.

Quero voltar a escrever aqui, com o objetivo que eu já tinha: escrever de tudo sobre tudo. Espero me organizar para dedicar alguns momento aqui.



6 comentários:

Piig ♥ disse...

ja ouviu dizer que nao ha revoluçao sem dor??

o blog esta sendo minha melhor terapia.. muito bom por pra fora ne?!

bjinhos

Mi disse...

Olá querida Val, sempre gosto muito de ler o que você escreve.
Sou uma mulher de indas e vindas na terapia, a última vez que fui estava passando por um processo de falta de grana, marido desempregado e depois de três seções ela me deu alta, afirmando que eu tinha recursos internos para lidar com as minhas dificuldades. Depois disso não voltei mais.]
Não tenho tido muiito tesão em voltar ao blog, minha última presepada foi ir para o vigilantes do peso, ficar dois meses, parar e voltar ao peso que iniciei o blog. Literalmente tenho muita dificuldade. As vezes penso que ainda não estou obesa mórbida exatamente porque eu não desisto, mas até cara de pau tem limites né?
Vou tentar voltar, pois o blog também me faz muito bem.
Também desanimei pois uma amiga da blogsfera esta em tratamento contra o cancer e isso me abateu bastante, mas o que posso fazer é só orar por ela.
Volte a escrever, será um grande estímulo para mim. Bjs

Gabriela disse...

Terapia foi uma das melhores coisas que fiz na vida ... Fui também por causa de emagrecimento, mas consertei um bando de outras coisas importantíssimas, mas não emagreci.
É muuuito bom mesmo Val, a gente fica mais leve, os terapeutas tem uma visão tão diferente da nossa ...

Beijão

Mel disse...

OI Val,
Tô com saudade de você... foi bom ler sobre sua terapia, também já fiz por algum tempo, e só de ler sobre suas lágrimas, as minhas também apareceram... impressionante como guardamos tranqueiras dentro de nós... Desejo que a terapia lhe faça bem, que ajude a emagrecer o corpo e o coração!! Bjs, Mel

Leila... disse...

Amiga se ta te fazendo bem OTIMO, terapia nao é pra maluca, é pra gente expor mesmo oque nos fere, nos alegra, é pra nos conhecer e principalmente nos entender e nos melhorar.
bjs

Nina disse...

Olá!
Com certeza vale a pena! E ver o pq das coisas é a grande descoberta, fazer por fazer não adianta!
Te dou todo o apoio!
Esses dias ainda li teu texto: "o desejo inconsciente de estar obeso", é fantástico!
beijos